Technorati Profile
O demo me leve
sábado, abril 29, 2006
  Red Linux


Nom, se já dicia eu...
E segundo o que di esta rapaza andar cumha Debian num Ibook*, coma un servidor, é de perigosos "rojos" terroristas, que pirateam a Disney, colaboram con juakers chineses e querem destruir américa desde dentro...

(Lido originalmente em Estrelanegra)


*Boniiiiiiito (Fer babexa...)
 
quinta-feira, abril 27, 2006
  "O Gran Sushi"


No meu piso estamos dispostos a todo por topar com os capitulos de esta maravilhosa serie que no seu tempo botaram na TVG. Edonkey, Bitorrent, Video-club, Youtube... todo foi inutil!
 
quarta-feira, abril 26, 2006
  Triste Nova, Nova Triste


Depois de quatro anos descolonizando as mentes zombicas galegas a VA-CA deixa-nos. Umha dessas novas que nom gostas de escoitar nunca.

Uuuuubrigado por estos quatro anos Sub-comediantes!
A semente prenderá!

(Os cientificos já trabalhamos para conservaçom do seu legado)
 
terça-feira, abril 25, 2006
  E ti qual levas?
Antonte foi o Dia do Livro. Muitos aproveitamos para agasalha-los a quenes mais nos importam, e para mercar alguns para nós. Hoje decatei-me de que levo quatro livros no bolso, três que estou a ler e um que quero dar a alguem:




"Tic-Tac" de Suso de Toro







"Breakfast at Tiffany's" de Truman Capote










"Les objets Fractals" de Benoît Mendelbrot









"O bosque dos raposos aforcados" de Arto Paasilinna






E ti qual levas?
 
  25 de Abril


Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade



Co trabalho que tenho melhor homenagem nom podo fazer ao 25 de Abril.
Versons no De Sons..

(Maravilhosa a ceia donte )
 
segunda-feira, abril 24, 2006
  Tremor nacionalista

Sugestiva a simbologia escolhida polo Ministerio de Fomento


Пролетарии всех стран, соединяйтесь!
 
domingo, abril 23, 2006
  Umha palavra brilhante!

Vaga-lume

Segundo a votaçom feita no blog de Francisco Castro está é a palavra mais bonita do galego.

Eu no seu momento pugera chorima, brêtema, ledícia e caluga. Pero está é mui bonita, sinte-se bem na boca, e representa toda musicalidade da nossa lingua. E também representa umha oportunidade para falar um pouco de Ciência! :)



A caraterística mais rechamante dos vaga-lumes (ou luce-cus, caga-lumes, vaca-lume...) é a sua bioluminiscência (chiste malo). Nas noites do ve
rão estes insectos da orde dos coleópteros iluminam o ceo e as arvres co seu resplandor verde-azulado. Este fenómeno nom é raro na natureza: Na vida marinha está tremendamente extendida: algas, polvos, crustaceos, luras, mexilhons, ouriços, corais, e alguns peixes; em terra é mais raro pero há muitos artropodes (como o genero Lapyris ao que pertencem os vaga-lumes), minhocas e cogumelos que o empregam.

A origem química desta luminosidade é mui semelhante em todas as especies, umha mostra de evoluçom convergente para solucionar distintos problemas de supervivência (reproducçom, camufragem, caça...). Umha serie de pigmentos chamados genericamente luciferine, e dos que se conhezem ate cinco tipos diferentes, oxidam-se em presênça da enzima luciferase o calcio e o ATP para emitir luz. O processo é o seguinte: A luciferine "pega-se" a superficie da luciferase e convina-se co ATP, producindo adenilato luciferil, que é oxidado polo oxigeno. É um processo muito eficiente, no que quaseo o 90% da energia emite-se em forma de luz, e só um 10% em forma de calor; comparade com uma bombilha comum no que 90% pérde-se quecendo. Aquí tedes um pouco mais de informaçom sobre a química da bioluminiscência.

Algumhas curiosidades dos vaga-lumes e da bioluminiscência:

-Um fenómeno nom observado na Galiza, mais comum nos Tropicos (Americano e Asiático) é a uniom de centos e miles de luce-cus numha mesma bandada que acompassa as suas emissons. Os bechos galegos parecem mais independentes.

-Os caga-lumes podem controlar a sua luminiscência do mesmo jeito que nós respiramos. O processo precisa de oxigeno, que chega aos organos luminiscentea polo sistema de traqueas, que pode pechar a vontade.

-Na meirande parte das especies é o macho o que emite luz, as femias adoitam ser mais discretas. O genero Photinus carateriza-se polos seus complicados patrones de luzes, cos que tenam impresionar às hembras (Hum, insectos tuneros?)

-Algumhas das larvas destos bechos também som luminiscentes. Elas nom podem controlar o processo, assím que brilham sempre. Isto pode parecer um gasto mui grande de energia, embora compensa: A meirande parte dos animais interpretam essa luz como o avisso de que a sua possível comida é velenosa (certo na meirande parte dos casos).

-Os antigos chineses capturavam vaga-lumes e os metiam em lampadas de papel para alumear nas noites. Durante varias dinastias acostumarom a fabricar "jogos nocturnos" nos que liveravam centos de luce-cus nos jardins Imperiais, os invitados os cazavam em equipas.

-Cumpre nom confundir bioluminiscência, fosforescência e fluerescência. Os três som fenómenos de luminiscência: luz sem producçom de calor. Outro día teremos tempo para explicar melhor os outros dous.

Outro dia mais.

Mil beijos!
(Bico-beijo também é umha palavra bonita)

 
sexta-feira, abril 21, 2006
  Se pica sanica
Uns dias atrás no meu piso deu-se umha situaçom que me leva a escrever sobre a auga oxigenada.

Preparando a jantar um dos meus companheiros de fatigas tivo um "cortante accidente" cumha lata de bonito (Sim, quando nom cocinho eu a dieta deriva cara o "menu do estudante") e entre muito sangue outro companheiro achegou-se ao botiquim por um desinfectante. O proto-farmaceutico pediu-lhe que colhera o bote da auga oxigenada, e cos nervos do sanguinhento percance nom parou a ler as etiquetas, a sua resposta foi: Há dous, qual de eles é? O de plastico branco ou o trasparente?

Se o meu amigo estivera mais afeito a tratar con desinfectantes ou conhecera as propriedades do Peroxido de Hidrogeno (a auga oxigenada) inmediatamente poderia reconhecer que esse produto sempre se armacena em recipientes opacos pois degrada mui rapidamente em presência de luz.

A auga oxigenada, de nome químico peroxido de oxigeno, e umha sustancia oxidante cujas moléculas contenhem dous átomos de oxigeno e dous de hidrogeno: H2O2. Sem entrar em disquisiçons químicas chega com saber que esse "oxigeno de mais" (Em realidade o radical peroxi -R-OO-R-) sobre a fórmula da auga fai aos peroxidos muito inestáveis, tende a romper a sua ligaçom oxigeno-oxigeno e formar "radicais livres" (Cona!, como nos sindicatos de estudantes :P) que decontado reagem co meio. E umha reacçom exotérmica, desprende muita energia.

Descobriu-no em 1818 o químico francês Louis Jacques Thénard ao trabalhar co peroxido de bario. Thérnard já era conhecido dende mui jovem por ter descuverto em 1799 o tingura azul cobalto que leva o seu nome e que ainda hoje emprega-se na industria da porcelana e o seu achado tivo ceda aplicaçom. Empregouse no branqueado das teas e em diferentes processos industriais. Mais a sua inestavilidade fazia dificil o seu emprego: A mais pequena traça de ions metálicos (ferro, manganeso) ou partículas orgánicas fai que o H2O2 descomponha-se em auga. Os metais actuam como catalisadores, e dizer, que propiciam as reacçons mais depois seguem actuando: Umha soa partícula de catalisador pode desbotar centos de moléculas de peroxido. A materia orgánica contem catálase, umha das enzimas mais comuns nos animais; é umha oxidoreductasa, e dizer actua em processos Redox da vida. E muito importante para os seres vivos, que producem umha quantidade considerável de peroxido de oxigeno no seu metabolismo que pode resultar mui toxico. Umha soa molécula de catálase pode desbotar 50.000 moléculas de peroxido num segundo, quando partilha com a glutatom-perosídase pode chegar às 200.000 moléculas. Esta efectividade é imprescindível, um só aniom hiper-oxido (O2-) pode fazer muito dano ao metabolismo neuronal. Uns orgánulos especiais das células, os peroxissomas, empregam as catálases para limpar alguns produtos tóxicos. Pero nom temades! A auga oxigenada é praticamente inocua nas concentraçons empregadas no fogar. Podedes fazer umha experiência na vossa cocinha para comprovar a eficiência da catálase: Colhede um copo de cristal e botade um pouco de auga oxigenada, engadide um chisco de carne crua picada (e fresca), podedes observar o que acontece, e incluso notar como aumenta a sua temperatura. Aquí tedes umha demostraçom do exotermica que pode ser a reacçom de peroxido muito concentrado com o coiro (57442 KB ).

Volvendo à historia do peroxido: No 1873 melhorouse o proceso de armacenagem e fabricaçom e escomezou a sua comercializaçom em Berlim. Porém, tinha que ser empregado em poucos dias . Em umha semana a metade do H2O2 já era auga e hidrógeno, e perdera a meirande parte das suas propriedades. Já na primeira década do século XX implementou-se um método de producçom eletroquímico, mais a sua caducidade era de umhas duas semanas. Já daquela o peroxido tinha aplicaçons higienicas e cosméticas (branqueado do cabelo e dos dentes) em concentraçons do 5%. Muitras fabricas de teas tinham ao carom umha fabrica de peroxido para branquear a lá e outros tecidos, em concentraçons do trinta per cento. Cara 1930 os tanques de aceiro inoxidavel permitiam conserva-lo quatro semanas e transporta-lo.

O III Reich e a II Guerra Mundial disparou a demanda do H2O2. E nom como anti-séptico, se nom como material bélico. A teima alemana com bombardear Londres dende o continente levou por diante miles de vidas pero também acelerou, mal que nos pese, a aerodinámica e plantou as sementes da futura carreira espacial. Os Vergeltungswaffe ("Armas da Vingança") empregados polos nazis para sementar o terror e a morte povoarom os pesadelos do meio continente. O primerio, o V1,nom era mais que umha bomba voante, pai dos misseis, e o V2 (também Aggregat 4), antecedente dos foguetes espaciais empregava um sistema complexo de combustível líquido. Ambos precisavam de grandes quantidades de auga oxigenada, e a concentraçons superiores ao oitenta per cento.Transporta-las dende as fábricas do interior do Reich chara a costa da França obrigarom a desenhar novos métodos de fabricaçom e armacenagem. A antraquinona foi a soluçom: outro catalisador que sometido primeiro ao efeito do H2 e depois ao do O2 produze auga oxigena. O método é tam eficaz que hoje em dia é o mais extendido.

Cara o final da Guerra umha nova geraçom de avions-foguetes que empregavam H2O2 foi investigada, mais nunca chegou a aplicar-se em bataias reais. Os Messerschmitt Me 163 (Mitsubishi J8M nas provas em Japom) ou Komet eram verdadeiros foguetes pilotados que alcazavam os 1000 Km/h.

Rematada a Guerra o peroxido empregou-se no mundo civil dum jeito menos dramático. Branqueadura de tecidos ou materiais como o marfil e a madeira e o papel, fabricaçom de plásticos e uso médico. Hoje a produçom mundial é de uns 2,3 milhons de toneladas, a metade delas empregadas na industria papeleira. À auga oxigenada de uso doméstico engeda-se-lhe estavilizantes como o Timol para que perdure mais tempo.

Mais, Como actua a auga oxigenada na desinfecçom? Como já se dixo é um oxidante que livera radicais livres sobre os microbios. Agás o alcool e o hipoclorito há poucas cousas mais efectivas! Os radicais unem-se ás moléculas estructurais da bacteria/virus/fungo e destruem-nas por completo. Quimicamente é como se as queimásemos cum soplete . Nom tem mais segredo. O peroxido reage também coa nossa pele e sangue, mais o dano é minimo e na meirande parte dos casos é so tecido que já morrería a consequência do trauma ou o corte. Desse proceso de oxidaçom provem a sensaçom de pruido e ao H2 liverado a escuma que vemos. :)

Para rematar algumhas mentiras sobre a auga oxigenada:
-"Os banhos cum pouco de auga oxigenada rejuvenesce a pele": Auga corrente contem muitos minerales, retos orgánicos e reactivos. O H2O2 para emprego no fogar perde todas as suas propriedades ao se lhe engadir só um chisco de auga da bilha. Imagina mete-lo numha banheira!

-"Engadir um pouco de auga oxigenada às prantas fai que duram mais, ou que as sementes dadas prendam melhor": O mesmo que o caso anterior. E ademais nom tem sentido metabólico...

-"Ponher um pouquinho na auga das galinhas fai que os ovos saiam mais saborosos": (Esta muito extendida na Galiza) Mais do mesmo. E o metabolismo da pita fai impossível que algo do peroxido chegue aos organos que intervenhem na producçom dos ovos.

Se conhecedes algumha mais poco comprovar se é verdade ou nom.

Para mais informaçom sobre este produto (Como estamos na semana do livro todos eles por escrito):

-Vanity, Vitality, Virility ; John Emsley: Um bom livro para conhecer mais sobre os produtos químicos na nossa vida cotiá. Pero, Coidado! Emsley e mui pouco neutral e muitas veces recurre a argumentos mui estupidos numha "cruzada" contra os ecologistas.

-A Short History os Chemistry; Isaac Asimov: Tem um capitulo adicado aos peroxidos mui divulgativo.

(Nota: Os químicos que queiram dar-me um par de ostias por meter-me fora do meu campo que mandem as queixas ao meu correio ou comentem aquí :) )
(Nota2: Nom tivem tempo de revisar o texto, nom me matedes polas faltas :P)

Um beijo a todos!
 
quinta-feira, abril 20, 2006
  A ESA acha as primeiras provas do nascemento de Estrelas Ultramassivas
Como se pode consultar na nova na página da ESA a agência espacial europea fijo públicas as primeiras fotos que amossam zonas de formaçom de "monstrous stars", estrelas monstruosas, centos de miles de vezes mais massivas que o nosso sol. As imagenes e datos provenhem do dessaparecido ISO, o observatorio europeu do espectro infra-vermelho, e forom analizados por cientistas do Max-Planck-Institut für Astronomie, e dos observatorios Heildeberg e Steward.

As estrelas destas proporçons gargantuescas representam um grande misterio da Ciência. Desconhecemos porque alguns "berces estelares" (Nuves de pó galactico nas que nascem as estrelas) criam estrelas gigantes e normais e outras só de reducido tamanho. As suas condiçons de formaçom som dificiles de estudar, pois criam-se mui longe do nosso sistema solar e adoitam estar ocultas por densas zonas de po estelar que nom deixa passar a meirande parte da luz emitida por estas, embora a luz infra-vermelha pode escapar em forma de radiaçom térmica e ser estudado.
 
  Umha déveda...
Prometim onte umha pequena explicaçom do que é a Física Quântica :P:

A Física Quântica é a rama da Ciência que estuda o que aconteze na escala mais pequena da Realidade. O comportamento das partículas mais pequenas, as fundamentais. As leis que governam os corpos grandes, de milhares milhons e bilhons de átomos, nom som quem de descrever ajeitadamente o comportamento nessa escala. Na quantica os corpos nom podem ser situados com exatitude, nom se pode fijar a sua possiçom no espaço, nom há trajectoria como na Mecânica Classica, no quanto temos funçons da provavilidade de achar à particula num ponto.O nome de "quântica" vem doutra das propriedades descuvertas no mundo microscopico: A energia nom pode tomar qualquer valor dentre dos possíveis, so aqueles que sejam multiplos enteiros dumha determinada quantidade minima, e dizer a energia está quantizada.

Depois desta breve descripçom manifesto a minha vontade de postear mais de ciência (ainda que a gente nom comente nesses post). Os proximos seram:

-Umha pequena explicaçom sobre a história da auga oxigenada, e a sua relaçom cos bombardeos de Londres :S

-Um post sobre a física nom lineal e as razons de que nom se poda predizer o tempo com mais de três ou quatro dias com exatitude.
 
  Enblogs'06


Muito interessante a jornada blogueira donte. Aprendim muitas cousas, algumhas que dende hoje aplico, metablogueamos e conhecimos, e sobre todo quedei com ganas de ir a Jantança/Xantanza do 2006!
 
terça-feira, abril 18, 2006
  Tentaçom III


Levo tempo pensando em migrar a um blog em wordpres, mais da-me muita pena perder os arquivos deste... alguem sabe como migrar os conteudos?

(O exame? Bem :) )
 
  Cousas
Remato de estudar Quântica e de fazer a meirande parte das praticas e tomo um pequeno descanso...

Antonte fedelhei um chisco na barra do lateral e a organicei um pouco, via IaRRoVaWo topei informaçom sobre os botoncinhos estos do lateral e umha pagina para desenhá-los. Umha caralhadinha mais queda bonito, nom sim?

Gmail segue morto e eu já nom sei que fazer, já vai perto dum mês. Nom é que nom exista a conta, é que o servidor pifa ao carregar... Merda! E tenho miuto gardado alí!

E às quatro, exame!


(Imagem: Lampada de Balmer)
 
segunda-feira, abril 17, 2006
  Tentaçom II
Umha amiga propujo-me um plam para o vram e...
 
domingo, abril 16, 2006
  Tentaçom...

Amizade é ter descarregado o capitulo 19 da segunda jeira de Lost dende a quinta-feira e agardar ate hoje à noite para vé-lo cos amigos do piso.
4
8
15
16
23
42

 
sábado, abril 15, 2006
  Vai sendo hora de descarrachar...

Por racista
Por anacronico
Por ladrom
Por mais que ladrom
Por ser um insulto à democracia
Por insultar a todos
Por parasito
Por mentireiro
Por miles de cousas

Vai à merda!

(E por "campechano")
(Comentara já o de ladrom?)
 
  Especial Semana Santa III
Intrigado pola puntualizaçom feita polo polinho na mensagem sobre a jura dos novos ministros investiguei um chisco pola rede. Ao mirar às fotografias da a enorme cruz enriva da mesa é o que mais chama a atençom, mais o Petit Poyon sinalou que umha biblia completava a estampa nacional-católica. Ele dicia que aberta polo livro de Numeros e os meus informadores asseguram que é polo capítulo 30 de Números . No que entre otras cousas o deus judeo-cristia aclara que o juramentos feitos por mulheres sem o consentimento de seu pai ou esposo nom tenhem validez. Pero melhor ainde é o seguinte no que o cachondo de Jehova mando aos israelitas a exterminar aos midianitas/moabitas por adorares a outros deuses (Isso é umha OPA hostil?) e depois as mulheres (agás as virgens que tomam como escravas) e as crianças som massacradas polas tropas judeas.

Deliciosos estos monoteistas, nom sim?
 
  Especial Semana Santa II
As MNG na comarca de Trasancos desenvolvem umha campanha de agitaçom contra a celebraçom da chamada “Semana Santa” nas ruas de Ferrol.




As MNG na comarca de Trasancos desenvolvem umha campanha de agitaçom contra a celebraçom da chamada “Semana Santa” nas ruas de Ferrol, que nom deixa de ser umha “tradiçom” imposta polo fascismo espanhol em colaboraçom com a Igreja Católica, e que ademais é contrária à nossa cultura nacional.

Centos de autocolantes e cartazes fôrom colados por militantes da nossa organizaçom para tapar a propaganda de exaltaçom católica que os sectores mais retrógrados da nossa cidade espalhárom nos últimos dias.

Desde MNG manifestamos:

- O nosso rejeitamento ao financiamento público por parte do Concelho, Junta da Galiza e Deputaçom destas monstras de exaltaçom do integrismo católico que representam as procissons de “Semana Santa”.

- A Igreja hoje em dia apenas mudou, moderou a sua linguagem mas nom a essência do seu discurso e segue relegando o papel da mulher na sociedade ao de mais e esposas, seguem negando os nossos direitos sexuais e reprodutivos, onde os nossos corpos nom som nossos e o nosso prazer continua a ser pecado.

- Numha sociedade nom sexista nom há espaço para a submissom do político ao religioso, nom há espaço para a intolerância dos clérigos, bispos, imans ou rabinos regendo a nossa vida e os nossos corpos.

Integrismo católico nom
Por umha sociedade laica
Polo nosso direito a decidir

Trasancos, 13 de Abril de 2005

___________________________________________

Falando de Ferrol, e entroncando co da II Republica. Coma di meu irmao. (Que algumhas tentam pescar) residente agora em Ferrol, sobre a representatividade de "todos os espanhois" de el-rei : "A mim nom me representa alguem cum iate"

 
sexta-feira, abril 14, 2006
  Umha mensagem que ninguem quereria escrever
Odio estes sitios, e tento visitalos pouco. Mais quando morre alguem que conheces de sempre, ainda que nom tiveras umha relaçom mais que superficial, e obrigado os ritae sociais pertienentes. A ela pouco lhe vai importar, mais aos outros, as nais, as avoas, aos amigos fai-lhes bem ter por uns momentos alguem que lhes dea umha aperta e lhes diga umhas verbas de ânimo. E sobre todo saber que estarás ali ao dia seguinte, quando precisem de ajuda.

A morte dalguem conhecido, perto ou nom, é dura. Mais se esse alguem tem a tua idade, creciches com ela, via-la de cotio num ambiente que nom adoitas relacionar coa morte o desacougo é maior. Nestas ocasioes gostaria de me deixar levar polo auto-engano e crer na perpetuaçom da existência mais aló do mundo material. Seica aos crentes faise-lhes mais doado este tipo de situaçoes. Por outra banda eu salvo de desacougo e do sentimento de "roubo" que tanto se escuita: "Quitarom-no-la", ou de injustiça: "Com vinte-e-um anos, Nom há piores e mais velhos que levar?".

Nom há razoes em todo isto, nom há causas nem plaos dum deus sádico que complace com apagar a vida ao chou. Nom há um fim, nem um destinho. Tampouco haverá compensaçoes ao final do caminho, nem um mundo futuro que de senso a isto. E duro admiti-lo, mais quando aceptas que isto é o que há, que esta vida e esta existência efimera e fragil é o único, e que nada do que acontence tem mais objetivo que o devenir dos feitos, em certo modo acadas um repouso e umha tranquilidade, diferente ao complacência dos crentes, que permite viver dum jeito digno.

Ogalha ela vivira, e disfrutara dumha vida longa, e figer realidade os seus sonhos, e cuidara da su nai. Ogalha hoje puidera escrever umha mensagem, como tinha pensado, falando do aniversario da II Republica, como muitos na Blogaliza figerom. Mais as cousas forom assim, e assim hai que aceptalas.
 
quinta-feira, abril 13, 2006
  Camacho, Camacho...
Amplificando...
(Via Arredemo)

 
terça-feira, abril 11, 2006
  Especial Semana Santa (I)
"Ninguna confesión tendrá caracter estatal. Los poderes públicos tendrán en cuenta las creencias religiosas de la sociedad española y mantendrán las consiguientes relaciones de cooperación con la Iglesia Católica y las demás confesiones."
-Artigo 16.3. da Constituiçom do Imperio Pequeno








Destos quatro datos eu tiro varios escenarios possíveis:

Primeiro: O crucificado nom e Jesus de Nazaret alias "Cristo". Simbolo escolhido pola Igreja Católica Apostólica e mui Romana. Sera Pepe Bojno? Numha alegoria jocosa da sua cruzada e do seu sacrifício por Ejpaña? Juram (Prometem) os novos ministros diante da efigie do seu malogrado (e incomprendido) precursor, para lembrares sempre o seu dever de salvaguardar España e a Constituiçom (Constitución-que-nos-hemos-dado-entre-todos, PP-PSOE dixit)?

Se cres que esta é a escolha ajeitada envia Ministro Bojno ao 555-Somosparvos-5

Segundo: Rubalcaba, Alonso e Cabrera Calvo-Sotelo (Notem que em todas partes dim só o primeiro apelido dos dous primeiros, mais os três da nova ministra de educaçom vam em pacote e cum sotaque "especial"... sera por algumha "razom histórica"?) Nom estam a jurar como ministros de "El Reino de España" (Aconfesional) se nom do novo e refundando " Noble Reyno de Madrid" (Catolico), novo estado refundado pola mui católica presidenta da antiga Comunidade de Madrid, Esperanza Aguirre.

Se esta é a tua escolha preferida envia Ministro Espe ao 555-osdesempre-5

Terceiro: As imagenes som umha montage. Notade que El-Rei presenta a mesma postura nas duas primeiras fotografias, o mesmo rictus, a mesma possiçom de maos, olhos, beiços, pernas. Na terceira move um pouco as maos... mais... A cara é a mesma! Copy-paste! Copy-paste! Isto é photoshop!

E se esta é a que ti queres votar envia Ministro El-Rei ao 555-tomandodeconha-5
 
segunda-feira, abril 10, 2006
  Cepticismo e turismo


Venho de passar a minha tarde "ceptica" de todas as semanas. Adoito te-la os Sábados, pero por razoes varias nom topei tempo. Depois de ler o artigo de Randi do sete de Abril (Bom! De David Federlein e Hal Bidlack, que ele segue enferminho), fedelhar um pouquinho nas actualizaçoes do "Arquivo Iker" do "Circulo Escéptico" para rir um pouco coas últimas parvadas do nosso mercachifle de feira favorito e consultar os blogs e foros cepticos da internete... Recaim num artigo do Professor Aguilera Mochón da Universidade de Granada que resulta escepcional. Completo, claro e conciso, muito recomendavel.

Depois de ler isto reflexiono e ideias peregrinas xordem da minha cabeça: mala tempada para os cepticos, ateus e demais seres racionais, quando a tele, a radio os jornais e as ruas das cidades emchem de fanáticos sinistros a autoflagelarse e idolatrar figuras terrorificas com abundancia de casqueria... Dentro de pouco é o aniversario da II Republica Espanhola (Um lugar mais agradavel para viver, ou para deixar polas boas que o actual "Reino de España"), e digo eu... Quando algum governante tera o senso de recolher a feliz ideia dessa época de levar essos actos religiosos ao ambito que lhes corresponde, é dizer, a mais recolhida e discreta intimidade? Quer os integristas varios, quer nom, as ruas de todos nom som sitio para os ritos escuros e sanguentos duns fanaticos (tristemente mui numerosos e espalhados)... Pero pouco tardo em lembrar-me que pouco tenhem de religioso ou de culturar estas manifestaçoes necrofílicas dos cristians e que só a sua aportaçom económica em forma de enfermizo turismo impulsa ano tras ano aos concelhos a permitir essos costumes extremistas nas ruas e praças. Pouco importa que os cidadans que nom compartem a fe nesses deuses, virgens, resucitados e demais parafernalia mitológica vejam as suas cidades colapsas e as suas noites profanadas polo gentio e o ruido. Pouco importa que quando os practicantes doutras formas de irracionalidade (chama-lhe religiom, chama-lhe seta...) pidem permiso para celebrar os seus ritos (Muitos menos sinistros nalguns casos) monta-se um balbordo e lhe é denegada o seu "direito" num caso de agravio comparativo (no que as duas partes som-me igual de estranhas...)...

Nadal, Semana Santa, Peregrinaçoes varias, Santos milagreiros e Virgens choromiqueiras... dinheiro, dinheiro, dinheiro... e pouca cabeça...

P.E.: Onde meteria eu ao senhor Harris?
P.P.E.: Nom, nom falo hoje do Bono. Comparte cos irracionais dos que falo mais do evidente (ser um deles): Ele mesmo desacredita-se com cada palavra que cuspe...
P.P.P.E.: E nom, tampouco falo das últimas barbaridades dictadas dende a Conferência Episcopal. Aplicar identico tratamento que ao ponto anterior... Ainda havera alguem que os escuite?
Post(at infinitum) Escritum: Resposto eu mesmo... Sim, há. E muitos...

P.E.Final: E se tenho tempo falarei da sonda em Venus...
 
domingo, abril 09, 2006
  Católicos Avisados
Este nom é sitio bom...

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Já o di Bento...

(Lido em Renas...)
 
quarta-feira, abril 05, 2006
  Erros da Internete

Já levo duas semanas coa conta de gmail morta, sem poder mirar o correio nem seguir as listas (Coma a de Arrenego :S)... se isto segue assim umha semana terei que abrir umha nova conta e começar a migrar os contactos... Ja passou no seu dia com Yahoo e é mui trabalhoso.

Besbelinha di-me que nom é quem de ver o texto da mensagem sobre os Raios N. Alguem comparte o seu mal? Será por isso que niguem comenta de um tempo a esta parte :(




(A foto é da Maquina Analitica de Charles Babbage e Ada Lovelace)
 
  Remember Remember....

...the fifth of November"

Na sexta irei ver V de Vingança (V for Vendetta) a adaptaçom ao ecrám da banda desenhada do gram Alan Moore. Tremo só de pensar no mal que podem face-lo... Só com escuitar a dobrage ao castelhano do trailer imagino a desfeita.

A cançom de berce que fai referência ao intento de atentado de Guy Fawkes que ainda hoje podese escuitar no Reino Unido nas noites do cinco de novembro.

"Remember, remember the fifth of November
The gunpowder treason and plot.
I see no reason why gunpowder treason
Should ever be forgot."


No trailer em castelhano eliminam o trasfondo histórico dos versos e dim:
"Recordad, recordad mi esperanza es la venganza..."

O Gunpowder plot nom é mui conhecido fora das Ilhas, mais essa nom é razom para eliminar umha parte mui impotante do transfondo.

Espero que so sejam imaginaçons e a película tenham um pouco de respecto polo original..
 
terça-feira, abril 04, 2006
  Sem palavras um quatro de abril....

Logo de falar ti quedo sem palavras.
Nom há nada que nom che dixera já, e por umha vez prefiro ficar calado e desfrutar.

Obrigado por este mês
 
segunda-feira, abril 03, 2006
  Live At Budokan

O meu irmao e mais eu temos o costume de mercar os DVD (Para os CD já temos internete) de música a pachas. Nom sempre coincidimos nos gostos musicais pero nos pontos em comum aforramos uns quartinhos. Temos pensado mercar um de The Who para esta Semana Santa...

O maior problema disto é a "custódia" dos DVDs: O meu irmao leva dous meses com o Live At Budokan de Dream Theater e eu tenho mono de ve-lo :P. E como to tem em Ferrol quedo coas ganas de ver em boa qualidade algumha destas joias:

O instrumental do concerto:


Ou o Pull Me Under:



Queria ponher a minha cançom favorita deste grupo (Endless Sacrifice), para que certa pessoa a escoitase, mais nom hai jeito de topa-la no Youtube. Umha igoal de boa sería:

Erotomania



E já que estamos co Youtube podo entrar em modo "parvinho" e ponher o video de Hollow Years:
 
  E o primeiro premio é: A Terra!

Leio no blog de Acedre que en North Carolina já tenhem lotaria... cousa sua, eu nom som de botar dinheiro em essas cousas. A última vez que merquei um bilho de lotaria foi de brincadeira com Carlos por empregar "Os números chungos".

Mirando numha das ligaçons que ponhe topei que tenhem o jogo do galo como jodo do estado, na minha vida vim tal cousa, pero serva para recomendares um livro que citei em outras mensagens no blog: Lotaria Solar, de Philip K. Dick.

O Jogo do Galo é o melhor ejemplo da aplicaçom da estratégia da Teoria dos Jogos, e especialmente do Minimax. Nom prentendo explicar hoje as interiodidades destas teorias, a minha capacidade divulgativa nom chega a tanto, mais creo que as bases do Minimax som accesiveis ao leitor lego. O nome de Minimax descreve as estrategias que MINImizam a MAXima perda possivel ou MAXimizam a MINIma ganancia. Isto é, um jeito de decidires com que movimentos ou acçons acadamos os resultados nos que perderemos menos no pior dos casos e aseguramos a maior ganancia ainda que nom obtenhamos o resultado optimo. Basea-se na analise dos jogos de competiçom entre dous jogadores, por turnos ou simultaneos e nos jogos de suma zero. A regra de comportamento de jogo do Minimax é escolher sempre a melhor opçom para ti, mais tendo presente que o outro jogador sempre escolhera a que mais perda che provocaria. Se os dous jogadores seguem as regras do Minimax, de jeito perfeito, o jogo remata sempre em um empate onde ninguem perde nem ganha em demasia.

No jogo do galo é um exemplo mui claro. O número de movimentos possíveis é pequeno, sete; cada nova rolda diminue as opcions do jogador e a condiçom pra ganhar é singela. Se um conhece as regras do Minimax aplicadas a este jogo e joga contra umha pessoa que nom as conhece ganha sempre. Se o jogador A pode ganhar num movimento, esse movimento sera o indicado polo Minimax, se o jogador B tem umha jogada na que A pode quedar a um movimento de ganhar o outra na que só podem empatar ambolosdous esta última sera a melhor jogada dende o algoritmo do Minimax. Mais se os dous tentan aplicares o procedemento o resultado é sempre empate, pois os dous conhecem o algoritmo ganhador. Mais o Minimax nom garante o éxito ao 100%, há uma estrategia que pode vence-lo: Os movimentos aleatórios. Se o jogador A emprega o Minimax entom esta a supor que o jogador B sempre actuara seguindo as normas de maximizar as ganancias e minimizar as perdas e em base a isso criara a sua estrategia. Se o jogador B implementa um procedemento sem objetivo é impossível de prever...

O Minimax pode-se aplicar a jogos mais complicados, como o xadrez. Mais neste caso os movimentos possíveis para cada rolda som enormes a arvre de provavilidades crece ate o infinito. Está fora da capacidade humana cumplir coas regras do Minimax numha partida de xadrez, mais pode-se aplicar modelos simplificados. E sempre estam os computadores...

A hipotese dumha sociedade na que todo o mundo aplicara as regras do Minimax à vida cotia resulta interessante. Philip K. Dick abordou na sua primeira obra "Solar Lottery" a ideia dumha Terra dominada polo azar: o Jogo da Botelha. A gente que entra no "Jogo da Botelha" recive um bilhete da "Lotaria Solar". Em qualquer momento o jogador pode entregar o seu bilhete a umha das "Colinas", conglomerados industriais mundiais que producem sem freo productos de consumo, estas daram-lhe trabalho segundo a sua qualificaçom pero ele renuncia a ganhar o premio. A gente tem acceso aos bens producidos polas Colinas de dous jeitos: cos creditos obtidos polo seu trabalho e polos sorteos continuados que se organiçam para evitar que se acumule Stock. Se um conserva o seu bilhete nom tem trabalho, mais entre num sorteo cum premio maior... a Terra. O Jogo da Botelha e umha lotaria na que nom se sabe nem o dia nem a frequência (Bem pode tardar anos ou minutos em emitir um novo resultado) pero quando sae um número da Botelha... o mundo muda de mans. O posuidor do nú converte-se no novo dono governante da Terra, The Quizmaster, o "Gran Presentador". Por riva do jogo da Botelha há outro jogo que entretem ao Mundo: O ex-Quizmaster tem o direito a organizar um "Congresso de Assasinos" para envia-los (um a um) para matar ao seu sucessor. Todo isto retransmitido por TV....

Neste primeiro livro de Dick apresentam-se os traços mais importantes da sua obra: A natureza da Realidade, da condiçom Humana, a Paranoia... Que podemos ver em toda a sua obra e nos filmes que as adaptarom: Blade Runner (do relato "Do Androids Dream of Electric Sheep?") Total Recall (Co Governator, adaptaçom de "We Can Remember It for You Wholesale"); Confessions d'un Barjo ("Confessions of a Crap Artist"); Minority Report (Do relato do mesmo nome); Paycheck (Idem); A Scanner Darkly (Saira em Julio deste ano) e Next ( dentro dum ano).
 
domingo, abril 02, 2006
  Pseudociências e milagres










Pouquinho a pouco perdem terreno

 
"Si eu fixen tal mundo, que o demo me leve" Era o que dicía o deus de Curros Enriquez em "Mirand'o Chau". E pouco mais se pode dizer sobre o que acontece no mundo...

A minha fotografia
Nome:
Localização: Santiago de Compostela, Galiza









Image Hosted by ImageShack.us Apoiamos a Isaac Díaz Pardo


Image Hosted by ImageShack.us Get legal. Get OpenOffice.org

Arquivos
Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 /


Chuza news

As minhas chuzadas

Arte e desenho
Qui n'a pas appris à dire « elle et aucune autre » sait-il ce que c'est que l'amour ?Vincent van Gogh
  • Gatonegro
  • devianART
  • Aduaneiros sem fronteiras

  • Lingua, política e informaçom
    "O verdadeiro heroísmo consiste em trocar os anceios en realidades, as ideias em feito"-Castelao
  • VA-CA
  • AGAL
  • Arredemo!
  • Chuza!
  • Vieiros
  • Ediciós A RotondaEditora galega de livre distribuçom
  • Galicia Encantada

  • Ciência, Tecnologia e Sofware Ceive
    "The most exciting phrase to hear in science, the one that heralds new discoveries, is not 'Eureka!', but 'That's funny …"Isaac Asimov
  • Science A revista com maior contido em
  • SETI@home Um jeito de colaborares coa ciência dende casa
  • O GLUG Asociación de Usuarios de Linux de Galiza
  • Creative CommonsUm piar do "copi-ceive"
  • GNU Project O pai de tudo isto...

  • Ateismo, apostasia, sociedade laica e escepticismo
    "Je n'ai pas eu besoin de cette hypothèse" Pierre-Simon Laplace
  • James Randi Educational fundation
  • Sin Dioses
  • Concordato
  • Diario Ateista
  • Círculo Esceptico

  • Jogos de rol e em rede
  • Biblioteca de Cartago
  • O Tempo do CometaO projecto do amigo Gatonegro
  • As Crónicas de Gaidil Um futuro jogo galego. ogalha!
  • Ogame
  • Bite Fight

  • Blogues varios
  • Blogaliza Galego na rede!
  • Abril e revolução
  • Aranheira
  • A Regueifa
  • As tuas balas
  • A picara de Allegue
  • Cabaseria web
  • Carolate's Playground
  • Beliscos pequenos
  • Bretemas
  • Boedense
  • Carolate's Playground
  • Cinema Friki
  • decatroacatro
  • Dor na retina
  • Emerecindo
  • Estrela negra
  • Eueoseeuu
  • Facendome o sueco
  • Galego de seu
  • Intifada Gaiteira
  • Madeleine no espello
  • Nemeth
  • Lucensismo e outros males
  • Post Scriptum
  • Renas e veados
  • Sabela
  • Noite Subsahariana
  • Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

    www.flickr.com
    Tawil Al Umr's photos More of Tawil Al Umr's photos
    Que disfarce levarias ao cristo que imos montar para a Apostasia?
    Cavaleiro de Santiago, e mestre taberneiro
    Monja/Monge que descobreu a vida pecadora
    Supernumerario superposto...
    Peregrino religioso/cultural
    Outro!

    Ver resultados
    Ver comentarios
    Sondeos ??.com
    Image Hosted by ImageShack.us free hit counter javascript
    As minhas estatísticas...

    Neko


    Powered by Blogger
    Creative Commons License
    Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
    Assinar com Bloglines